Encontro contigo mesma

Num mundo tão maravilhoso quanto assustador, numa realidade tão facilitadora quanto exigente, o mais frequente é darmos por nós a viver em modo piloto automático, a desejar que a semana acabe, a rezar para que aquele projecto termine, a sufocar em solicitações, profissionais, familiares, sociais! Por um lado, que bom! Significa que estás viva, tens trabalho, amigos, família, filhos, e uma agenda preenchida! O reverso, é que pouco ou nada sobra para ti, e com tanta azáfama perdes o contacto contigo, com as tuas necessidades, e vais adiando aqueles sonhos, aqueles planos, vais-te esquecendo ou silencias aquela voz que te pede para seres menos super-mulher e mais amiga de ti mesma, dando-te uma folga, permitindo-te errar sem culpas, ser preguiçosa sem julgamento, comer sem restrições, dançar ou ir sair com aquele grupo que te faz rir, doooormir até tarde!, ficar em silêncio, planear aquela ida a Santiago a pé com uma amiga (um daqueles sonhos que sempre tiveste!)…

Até que um dia, começas a sentir um peso ou tensão nos ombros ou nas pernas, sentes-te esgotada – e as insónias teimam em marcar presença –, emocionalmente instável (ora feliz ora à beira de um ataque de nervos!), começas a discutir mais com quem está próximo, a perder o apetite ou a ganhar fomes de comidas salgadas ou muito doces, aqueles desejos de grávida, sem o estar! E pões as culpas no TPM!

E imaginação para cozinhar? “ Só mesmo aquela amiga Sara, como é que ela consegue? Que mulher horrível sou eu?!Pobre família, sempre a comer o mesmo, e o Lourenço nem devia comer tantos lacticínios pois fica cheio de alergias, mas as irmãs não passam sem iogurtes e queijo, paciência…por falar nisso tenho que ir à farmácia comprar anti-histamínico, esqueci-me outra vez… “

Acordas cansada, foges do marido ou namorado porque estás sem pica para namorar, e questionas até se estás no relacionamento certo…os teus filhos fazem mais birras ou não colaboram… “Que fiz eu para merecer isto? E a minha Mãe não me poupa uma crítica!”

Vais fazer análises de rotina e estás com o colesterol alto, deficit de vitaminas, ou descobres que aqueles suores nocturnos eram sintomas de desequilíbrio na tiroide…

A maioria dos problemas de saúde modernos devem-se a duas causas: stress e má alimentação. Estão relacionados com o nosso estilo de vida! Um estilo frenético, desconectado do nosso bioritmo, com forte recurso a alimentos processados, mais práticos mas muito menos nutritivos.

Na minha experiência como Mulher-Mãe-Trabalhadora, e na procura de encontrar a cura para as minhas maleitas de estilo de vida, e o equilíbrio entre os múltiplos papeis que assumo, (e que te são tão familiares!) encontrei uma ferramenta que se tornou basilar e, com a qual me identifico ao ponto de sentir uma enorme vontade de partilhar com outras Mulheres.

É uma viagem “para fora, cá dentro” que permite tomar decisões e fazer escolhas informadas, adoptar um estilo de vida saudável, actuando na prevenção da doença, e restaurar o equilíbrio na Vida. É um mergulho em ti mesma, guiado por mim, que só te oferece benefícios:

1. Oportunidade de fazer um balanço à tua Vida, avaliando as várias áreas que a compõem, e promover a mudança necessária para numa escala de 0 a 10, atribuíres a pontuação máxima;

2. Conexão com as tuas necessidades e potencialidades, reconciliando-te com as várias faces que te caracterizam e gerando aceitação, clareza, motivação, flexibilidade e força para enfrentar as durezas ou surpresas do dia-a-dia e seguir os teus sonhos e planos;

3. Capacidade de seres o teu próprio detective, observadora e consciente dos teus padrões, limites, ou gatilhos que fazem disparar emoções, sentimentos ou atitudes, favorecendo a agilidade emocional e a harmonia relacional;

4. Acesso a informação que te ajudará a sentires-te mais segura, empoderada e assertiva para defender as tuas convicções, os teus ideais, ao mesmo tempo que assumes um estilo de vida em sintonia com o teu bioritmo;

5. Espaço para desligares o piloto automático, deixares aquela voz falar bem alto –sendo ouvida sem julgamento! –, desconstruíres crenças, desenvolveres técnicas de mindfulness, dares asas à criatividade, restabelecendo o equilíbrio mente-corpo-espírito que é condição essencial para seres a melhor versão de ti mesma!

Um programa composto por 6 sessões, ao longo de 3 meses, com um potencial de transformação vitalício!

Se te identificas com esta personagem, e sentes que te posso ser útil, contacta-me e marcamos uma sessão sem compromisso.